I N O V E

Segurança do Trabalho: Cuidado e preservação do capital humano

O princípio mais importante dentro de uma indústria é a segurança. Nas atividades laborais do ramo de papel e celulose, esse preceito se faz ainda mais significativo, devido a exposição dos indivíduos à maquinários extensos e de risco. Para driblar esse desafio, é necessário que todos os funcionários estejam devidamente protegidos e treinados com toda a informação relevante do setor.

O respeito pelas pessoas que dignificam as empresas começa pela prevenção de acidentes, com normas e regras a serem seguidas afim de garantir condições de trabalho seguras para profissionais, terceiros e visitantes.

O setor de papel e celulose tem a responsabilidade de demonstrar e explicar a seus colaboradores toda a complexidade de operação das máquinas presentes em suas plantas.

Além da segurança do trabalho, neste momento desafiador que estamos passando as empresas precisaram incorporar outras medidas de segurança, mas agora relacionadas a saúde e bem estar de seus colaboradores. Muitas organizações que puderam tornar a laboração presencial, como remoto da casa de seu colaborador, o fez. Contudo, para os que permaneceram realizando suas atividades presencialmente, algumas medidas se valeram imprescindíveis, tais como:  a higiene constante das mãos, a preocupação com ambientes fechados e com número limitado de pessoas, o distanciamento social, a aferição da temperatura e o uso de máscaras, por exemplo.

Na Contech, por exemplo, além dos treinamentos de segurança do trabalho, foi elaborado um manual de boas práticas para ser seguido no ambiente colaborativo e nas residências de cada um dos seus funcionários. Nele, está contido uma série de medidas de proteção pessoal, além de orientações acerca da limpeza de ambientes, roupas e máscaras de proteção individual. A empresa disponibiliza também, seu próprio álcool em gel e máscaras em suas dependências – para os que precisam continuar a laboração presencial – além de garantir a salubridade de todos os locais de trabalho, higienizando-os constantemente.

É sabido que com as diversas evoluções que o mercado passou até o momento, as organizações agora interpretam com mais carinho o termo empatia na segurança, visando garantir a integridade física e mental de todos os envolvidos em seus processos, não importando a circunstância do momento.

Em consequência disso, os funcionários e stakeholders tem a certeza de que a empresa se empenha genuinamente com eles.

Related posts

Ecossistemas de inovação: Como o valor das empresas passou a ser de exclusivo a acionistas para todos os públicos de relacionamento da organização

A inovação como cultura de uma organização, proporciona um ambiente favorável à colaboração mútua, em que os profissionais podem visualizar oportunidades em extrair valor social e econômico do conhecimento, encontrando soluções para o mundo, através da instituição que os...

Read More